Homem Pedra alcança mais de 1,6 mi de seguidores ao viralizar com conteúdos humorísticos nas redes sociais: 'entendeu, véi?'
12/06/2024 10:10 em Tecnologia

O influenciador digital Arthur Cerqueira, de 25 anos, viralizou nas redes sociais ao se tornar o "Homem Pedra". Menos de seis meses após criar o personagem, atingiu mais de 1,6 milhão de seguidores dos conteúdos humorísticos, em maioria na praia, com muito sotaque baiano.

Em Salvador, os bordões com a entonação específica do Homem Pedra estão na boca do povo: "entendeu, véi", "olhe para mim", "você é um vacilão, véi", "seu poha" e "vem seu otário".

Nascido na comunidade Vila de Diogo, no município de Mata de São João, Arthur Cerqueira foi um dos percussores de conteúdos de humor relacionados ao surf, em 2021. O Homem Pedra nasceu no início deste ano após o influenciador acreditar que os vídeos dele estavam nichados.

 

"Fui o primeiro influenciador do surf no Instagram, já tinha alguns personagens, só que estava muito nichado no surf. Já estava meio que estagnando, porque querendo ou não, o surf não é um esporte tão grande, não é acessível para todo mundo", contou ao g1.

 

Segundo o influenciador digital, a solução foi encontrada quando ele encontrou o filtro usado na construção do personagem.

"Falei: 'caramba, velho, isso aqui tá a cara daqueles cara rato de praia, brutão, tá ligado? Que cisma com tudo, aqueles cara poucas ideias, que mora na praia'. Aí comecei a fazer a voz que combinasse com aquele cara".

 

O resultado deixou Arthuzinho, como é conhecido, satisfeito. O influenciador passou a ser assistido por crianças, adultos e idosos não só da Bahia, mas de outros estados. Alguns vídeos somam mais de 12 milhões de visualizações.

 

Apesar de curtir bastante o personagem, o baiano não acreditou que seria tão assediado nas ruas.

"Foi muito rápido. Pegou assim de um jeito que a galera começou a amar o personagem, né? A galera começou a tratar ele como se fosse uma pessoa mesmo e não um personagem", contou.

 

Para construir o Homem Pedra, Arthur Cerqueira pegou características e bordões de várias pessoas que passaram pela vida dele. Até um professor da época da escola virou inspiração.

 

 

 
 
COMENTÁRIOS